Data / Horário de Lisboa:

Receba nossas novidades!

NACIONALIDADE PORTUGUESA

Como abrir uma franquia em Portugal, dicas e mais

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
abrir franquia em Portugal - nacionalidade portuguesa

Tem espírito empreendedor e deseja montar um negócio fora do Brasil? Veja aqui o que é preciso para abrir uma franquia em Portugal.

 

O empreendedorismo tem se tornado a bandeira de muitas pessoas nos últimos anos. Independentemente da idade, é cada vez mais comum o desejo de ter seu próprio negócio – seja no Brasil ou fora dele.

E para quem deseja empreender em Portugal, abrir uma franquia pode ser uma ótima forma de empreender e ter seu próprio negócio na Europa.

As franquias cresceram muito em Portugal desde a crise de 2008. Isto ocorreu porque algumas pessoas que perderam seu emprego se aventuraram em abrir o próprio negócio como uma tentativa de sair da crise – e tiveram sucesso!

As franquias mais rentáveis são do setor de alimentação, informática, tecnologia, perfumaria e beleza em geral.

Ao contrário de que muitas pessoas pensam, o crescimento das franquias em Portugal incentiva ainda mais outros empreendedores a terem o seu próprio negócio.

As franquias em destaque no país são Equivalenza (perfumes), 100 Montaditos (restaurantes) e llaollao (iogurtes).

 

Mas você sabe o que é uma franquia?

É um tipo de negócio onde o franqueador possui uma empresa já com boa reputação no mercado, concedendo ao franqueado (investidor) a abertura de uma nova empresa com o mesmo nome pelo pagamento de direitos.

Uma boa localização e uma equipe de pessoas competentes são sem dúvidas os principais requisitos para que sua marca tenha sucesso. Além disso você deve avaliar a concorrência e o mercado existente na área do negócio e também os riscos envolvidos.

Os investimentos necessários para abrir uma franquia em Portugal variam de 5.000 até 250.000 euros.

Os pequenos investimentos recebem o nome de franchising low cost.

 

O que você deve levar em consideração antes de abrir uma franquia em Portugal?

  • Você conhece bem o tipo de negócio que está pensando em abrir?

  • Já possui um plano de negócios?

  • Quais os pontos positivos e negativos em relação ao negócio que você deseja abrir?

  • Qual o seu fôlego financeiro caso as coisas não saiam como o esperado?

  • A marca que você vai trabalhar é reconhecida?

  • Qual o apoio que você vai receber da empresa franqueadora?

  • Possui informações claras da lei que regula seu negócio?

Com todas estas respostas você conseguirá avaliar melhor seu negócio e se vale a pena abrir a franquia.

Para facilitar ainda mais as pesquisas para aqueles que tenham interesse em abrir uma franquia em Portugal vale a pena conferir o site  www.franchisings.pt. Por meio dele é possível fazer uma avaliação das franquias por categoria, valor do investimento e outras modalidades.

 


Visto de Empreendedor – D2

O visto D2 (imigrantes empreendedores) tem por objetivo fornecer uma autorização de residência a estrangeiros que pretendam constituir uma atividade empresarial em Portugal.

Para obter o visto são necessários os seguintes documentos:

  • Declaração de que realizou ou pretende realizar uma operação de investimento em Portugal, com indicação da sua natureza, valor e duração;

  • Comprovativo de que efetuou operações de investimento; ou comprovativos de que possui meios financeiros disponíveis em Portugal, incluindo os obtidos junto de instituição financeira em Portugal, e da intenção de proceder a uma operação de investimento em território português, devidamente descrita e identificada.

  • Formulário de requerimento;

  • Documento de viagem válido (+3 meses após validade do visto);

  • 2 fotografias iguais (3×4), a cores e fundo liso, atualizadas e com boas condições de identificação do requerente;

  • Seguro médico de viagem (pode utilizar do seguro PB4);

  • Requerimento para consulta do registo criminal português pelo SEF (para vistos de estada temporária e de residência) – formulário fornecido pelo Posto Consular aquando da entrega da restante documentação);

  • Certificado de registo criminal do país de origem ou onde o requerente reside há mais de um ano (para vistos de residência e estada temporária);

  • Comprovativo das condições de alojamento (pode ser com reserva de Hotel);

  • Comprovativo da existência de meios de subsistência (comprovativo de bolsa ou Declaração de rendimentos dos pais ou responsáveis).

O processo pode demorar até 90 dias.

Não se esqueça de que para ser empresário em Portugal e ter o visto de empreendedor é necessário o investimento mínimo de 5 mil euros.

 

Para uma assessoria para o Visto de Residência para Empreendores, acesse:

 

Já vivo em Portugal e quero abrir uma empresa, o que devo fazer?

Se você já vive em Portugal e quer abrir uma empresa no país, confira os documentos necessários:

  • Cartão de contribuinte;

  • Documento de identificação (cartão de cidadão, bilhete de identidade, passaporte ou autorização de residência);

  • Cartão de beneficiário da Segurança Social;

  • Abertura de uma conta bancária empresarial;

  • No balcão de atendimento será feito o Pacto Social, código de acesso à Certidão Permanente de Registro Comercial, código de acesso ao cartão eletrônico da empresa e o número de segurança social da empresa.

  • Nomear em no máximo 15 dias um Técnico Oficial de Contas (TOC)

  • A taxa a ser paga para constituição da empresa é de 360 euros.

Vale lembrar que dentro de cinco dias úteis após a constituição, os sócios estão obrigados a depositar o valor do capital social (quando realizado em numerário) numa conta aberta em nome da sociedade ou proceder à sua entrega nos cofres da sociedade até ao final do primeiro exercício económico.

Para ajudar no processo de abertura de franquia em Portugal, podemos auxiliar na obtenção do visto D2.

Siga nosso Linkedin e veja matérias sobre educação, empreendedorismo, investimentos e trabalhos em Portugal.

Você também pode gostar de:

Como é Portugal em maio;

Como alugar carro em Portugal;

As melhores cidades para viver em Portugal de acordo com cada gosto e idade;

Dicas de adaptação para quem quer morar em Portugal.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Flavio Martins Peron

Flavio Martins Peron

Luso-brasileiro, nascido em Portugal, Flávio Martins Peron é advogado e sócio fundador da Martins & Oliveira Sociedade de Advogados. Profundo conhecedor de procedimentos em Portugal, é especialista em processos de obtenção de Vistos de Residência, aquisição de Nacionalidade Portuguesa e demais serviços envolvendo Brasil e Portugal.

INSCREVA-SE E RECEBA NOSSAS NOVIDADES!

VIVER EM PORTUGAL COM SEUS RENDIMENTOS OU APOSENTADORIA

CONSULTORIA

ADQUIRA A SUA NACIONALIDADE PORTUGUESA

QUEM TEM DIREITO A REQUERER A NACIONALIDADE PORTUGUESA?

ACOMPANHE NOSSAS MÍDIAS!

NACIONALIDADE PORTUGUESA

Martins & Oliveira Sociedade de Advogados

A Martins & Oliveira Sociedade de Advogados é um escritório de advocacia especializado em procedimentos envolvendo Brasil e Europa (Portugal, Itália e Espanha). Os principais serviços oferecidos pelo escritório são: Assessoria para aquisição da Nacionalidade Portuguesa, Vistos de Residência e demais procedimentos em Portugal.

O objetivo do escritório é se tornar a maior fonte de conexão com a Europa.

Conheça o site do escritório: www.martinseoliveira.com.br

ONDE ESTAMOS

Onde nos encontrar

  • São Paulo, Brasil - Avenida Paulista, nº 777 - 15° andar
    +55 11 98285 0049 - 11 3099 0451
  • Rio de Janeiro, Brasil - Rua do Passeio, n° 38 - setor 2
    15° andar, Centro
    +55 21 3500 6634
  • Belo Horizonte - MG - Rua Paraíba, n° 550
    8° andar, Savassi
    +55 11 98285 0049
  • Curitiba - PR - Rua Comendador Araújo, n° 499
    10° andar, Centro
    +55 11 98285 0049
  • Porto Alegre - RS - Avenida Carlos Gomes, n° 700
    8° andar, Boa Vista
    +55 11 98285 0049
  • Lisboa, Portugal - Rua do Mar Vermelho, n° 2, 2.1

INSCREVA-SE E RECEBA NOSSAS NOVIDADES!