Data / Horário de Lisboa:

NACIONALIDADE PORTUGUESA

Museus de Portugal: Guia Completo

Museus de Portugal

Em Portugal a cultura é um dos principais patrimônios, os museus são verdadeiros tesouros para a população. Além de abrigar boa parte da história também são considerados lugares mágicos e que proporcionam verdadeiras viagens no tempo.

Em um país com tanta paixão pela história e cultura, fazer uma lista com os principais museus de Portugal seria injusto. Elencar os melhores ou os maiores não seria correto, afinal todos têm sua importância particular e sua história individual. De acordo com a Rede Portuguesa de Museus, existem atualmente 151 museus em território nacional. Lembre-se de que Portugal é um país com cerca de 92 mil km², ou seja, territorialmente é menor do que o estado de Pernambuco que tem cerca de 98 mil km². O número de museus em Portugal aumenta consideravelmente se somarmos as fundações, associações, centros culturais ou espaços públicos dedicados a arte.

De qualquer forma não seria simples catalogar todos estes locais em um artigo, por isso o que tentamos fazer aqui foi sugerir alguns dos museus mais visitados e outros que são verdadeiras jóias da coroa portuguesa, mas que não são assim tão conhecidos. São dez museus espalhado pelo país, a maioria deles fica na capital Lisboa e conservam a história da trajetória portuguesa como o Palácio D’ajuda ou a tradição portuguesa dos azulejos, ou então os encantos dos coches que mais parecem ter saído de contos de fada. Há outros em lugares pitorescos, como Foz de Côa, que dividem com os visitantes vestígios de nossos antepassados do tempo das cavernas. A modernidade, a tecnologia e o olhar para o futuro também não foram deixados de lado e podem ser aqui observados, inclusive virtualmente, é o caso do News Museum.

Mergulhe nesta seleção exclusiva do Nacionalidade Portuguesa e deixe-se levar pela impressionante história e riqueza disponível nos Museus de Portugal.

Leia também: Guia Turístico de Braga

 

Palácio D’ajuda – Lisboa

www.palacioajuda.gov.pt

Imagem relacionada

                         

O antigo Palácio era uma das Quintas da Família Real em Belém, mas acabou por se tornar residência oficial depois do terremoto de 1755. O pânico tomou conta de D. José I e o fez permanecer com a família na estrutura localizada em uma das partes mais altas da cidade, a Quinta de Cima situada no Alto da Ajuda.

O monumento nacional desde 1910, não é apenas a antiga habitação real e museu de artes decorativas, é também a sede de outras instituições portuguesas ligadas à cultura e palco de cerimônias protocolares. O espaço para visita inclui dois pisos: o Térreo onde se situam muitos dos aposentos privados e o Andar Nobre, onde se realizavam as recepções de gala.

Um dos museus de Portugal mais nobres e que pode ser considerado, guardadas as proposições, o Palácio de Versailles português, afinal abrigou a família real e hoje ainda guarda uma atmosfera viva da nobreza e dos hábitos de séculos passados. Em Lisboa, é o único palácio aberto ao público que ainda conserva, de modo fidedigno, a disposição e decoração das salas ao gosto do séc. XIX, principalmente os aposentos dos monarcas e a sala de trono. Com vista deslumbrante sobre o rio Tejo, o Palácio integra importantes coleções de artes decorativas dos séculos XVIII e XIX. É possível admirar a ourivesaria, tapeçaria, mobiliário, vidro e cerâmica, bem como coleções de pintura, gravura, escultura e fotografia.

Endereço: Palácio Nacional da Ajuda – Largo da Ajuda 1349-021 Belém – Lisboa (www.palacioajuda.gov.pt)

Horário: Das 10h às 18h (Última entrada às 17h30)

Fechado à quarta-feira, 1 de janeiro, domingo de Páscoa, 1 de maio, 13 de junho e 25 de dezembro.

Transportes

Carris e ônibus: 18; 729; 732; 742; 60. CP (linha do Estoril): estação de Belém.

Ingresso: 5 € Duração média da visita 1h45

 

Casa do Infante Dom Henriques – Porto

Imagem relacionada  Casa Infante 7 (Porto).JPG

https://pt.wikipedia.org/wiki/Casa_do_Infante#/media/File:Casa_Infante_7_(Porto).JPG

É o local em que nasceu Henrique, o Navegador, um dos maiores heróis da história portuguesa. A Casa do Infante oferece aos visitantes a descoberta de vestígios da ocupação romana, medieval e moderna, com destaque para a antiga Alfândega Régia e Casa da Moeda que aí tiveram os seus serviços instalados durante vários séculos.

Um dos pontos mais visitados é uma grande maquete interativa da cidade medieval do Porto. Vá com tempo, pois quanto você mais explora mais quer entender como funciona a cidade na época. Os vestígios de edificações romanas são muito bem explicados através de audiovisuais e indicações visíveis e de fácil entendimento.

No centro interpretativo O Infante D. Henrique e os Novos Mundos, o visitante observa com um olhar cruzado a história e contemporaneidade através da interpretação do passado e a percepção do presente. A viagem conta ainda com os principais marcos dos Descobrimentos Portugueses, de Ceuta até ao Extremo Oriente, com particular enfoque no papel da cidade e das gentes do Porto neste empreendimento.

Endereço:

Rua da Alfândega, 10. 4050-029 Porto

Museu: Terça a Domingo 10h00 – 17h30

Fechado: Segundas-feiras e feriados

Sala de exposições: Segunda-feira a Domingo 10h – 13h / 14h – 17h

Fechado aos feriados

Transportes:

Ônibus: 500, 900, 901, 906, ZM, ZR, 1

Metro: descer na Estação de São Bento

Estacionamento: Alfândega

 

Museu Fundação Côa – Vila Nova de Foz Côa

www.arte-coa.pt

Um espaço único e com objetivo de proteger, investigar e divulgar vestígios de arte rupestre localizados em uma dos locais mais pitorescos de Portugal, na região do Alto do Rio Douro e próximo a fronteira com a Espanha. A concepção do edifício parte da ideia de que “a arte paleolítica no Vale do Côa é talvez a primeira manifestação de ‘Land art’”.

Embora seja um dos maiores museus portugueses, não é tão conhecido turisticamente. O Museu do Côa funciona como portal de entrada para o Parque Arqueológico do Vale do Côa, este sim um verdadeiro Museu a céu aberto. O Museu é também um centro de acolhimento para investigadores que desejam estudar o Côa aproveitando a maior biblioteca nacional dedicada à arte rupestre.

As visitas são diversificadas pois proporcionam ao visitante a possibilidade de conhecer o parque com acompanhamento de guias, passeios de caiaque pelo Rio Côa, visitas noturnas que destacam ainda mais os desenhos encravados nas pedras, além de visitas educativas em grupos, bem como visitas conjuntas para conhecer Quintas e Ribeiras.

Endereço:

Rua do Museu, 5150-620 Vila Nova de Foz Côa (www.arte-coa.pt)

Ingressos:

Museu 6 €

Audioguia: gratuito

Núcleo de Arte Rupestre 15 €

Visitas conjuntas: a partir de 6 € até 70 € com direito a passeio exclusivo e almoço

Horário:

Outubro a Fevereiro 9h – 17h30 / Marcação de visitas: 9h – 17h30

Março a Maio 9h30 – 18h / Marcação de visitas: 9h30-12h/13h30-18h

Junho a Setembro 9h30 – 19h / Marcação de visitas: 9h30 – 12h/14h – 18h

Fechado: 1 de janeiro, 1 de maio, 25 de dezembro, Segundas-feiras de 1 de novembro a 31 de março.

Domingo de Páscoa não se realizam visitas aos sítios de arte rupestre do Parque.

As visitas aos sítios de arte rupestre iniciam-se em horários diferentes de acordo com a época do ano e o sítio a visitar.

Museu: Terça a Domingo 10h – 17h30

Fechado: Segundas-feiras e feriados

Transportes: Rodoviários: Rede Expressos; Santos Ferroviários: Linha do Douro – Estação do Pocinho, a 7 kms de Vila Nova de Foz Côa / Linha da Beira Alta – Estação de Celorico da Beira, a 60 kms de Vila Nova de Foz Côa

 

Museu de Serralves – Porto

www.serralves.pt

O Serralves é o principal museu de arte contemporânea de Portugal, desenhado pelo arquitecto Siza Vieira e localizado nos espaços únicos da Fundação de Serralves, que incluem o Parque e a Villa. Possui uma coleção permanente, exposições temporárias, programa educacional, sessões públicas, concertos, espetáculos de dança e performances, entre outras atividades.

A Coleção de Serralves integra atualmente mais de 4300 obras, das quais mais de 1700 são propriedade da Fundação de Serralves e as restantes 2600, provenientes de várias coleções privadas e públicas, quem formam objeto de depósito de longo prazo. As obras são de artistas nacionais e internacionais com produção a partir de 1960.

O visitante tem a possibilidade de conhecer a Casa, o Parque, o Museu de Arte Contemporânea, o Auditório e a Biblioteca. A Fundação organiza e apresenta anualmente ao público uma programação diversificada de iniciativas, tendo como fins incentivar o debate e a curiosidade sobre a arte, a natureza e a paisagem, educar de forma criativa e promover ativamente a reflexão sobre a sociedade contemporânea. O conjunto do patrimônio paisagístico e arquitetônico da Fundação foi classificado como Monumento Nacional em 2012.

Endereço:

Rua D. João de Castro, 210, 4150-417 Porto / Tel: +351 226156500 (www.serralves.pt)

Ingressos:

Museu + Parque + Casa: 15 €

Museu + Parque: 12 €

Horários:

Segunda a Sexta (Abril a setembro) 10h às 19h // (Outubro a março) 10h às 18h Sáb, Dom, Feriados (Abril a setembro) 10h às 20h // (Outubro a março) 10h às 19h

Fechado nos dias 25 de dezembro e 1 de janeiro. Nos dias 24 e 31 de dezembro, fecha às 16h.

Transportes:

Metrô: Utilize as linhas Azul (A), Vermelha (B), Verde (C), Amarela (D) – faça transbordo na Estação da Trindade – e Violeta (E). Saia na estação Casa da Música com ligação dos autocarros 201, 203, 502 e 504 na Rotunda da Boavista.

Ônibus: linhas regulares de autocarro STCP e circuitos turísticos. Linha 201 (6h-21h) Sá da Bandeira > Viso | Linha 203 (6h-21h) Marquês > Castelo do Queijo | Linha 502 (6h-1h) Bolhão > Matosinhos Mercado | Linha 504 (6h10-00h45) Boavista > Norteshopping

Comboio: CP – Quem utiliza o comboio para ir visitar a Fundação ganha benefício de condições especiais: 25% de desconto na classe conforto e 20% desconto na classe turística.

Confira: Os principais castelos de Portugal

 

Museu Nacional da Arte Antiga

www.museudearteantiga.pt

Resultado de imagem para museu nacional da arte antiga

O Museu Nacional da Arte Antiga fica localizado no Palácio Alvor foi criado em 1884, detém a mais relevante coleção pública portuguesa, entre pintura, escultura, ourivesaria e artes decorativas, europeias, da África e do Oriente.

Composto por mais de 40 mil itens, o acervo do MNAA compreende o maior número de obras classificadas pelo Estado como “tesouros nacionais”. Engloba também obras de referência do patrimônio artístico mundial. Herança da História, a coleção aumentou a cada ano devido a generosas doações e importantes compras. Retrata fielmente o que o país melhor produziu e acumulou, entre a Idade Média e a contemporaneidade.

Endereço:

Rua das Janelas Verdes 1249-017 Lisboa (www.museudearteantiga.pt)

Transporte: Autocarros 713, 714, 727, 728, 732, 760 Elétricos 15E, 18E, 25E

Horários: Terça a domingo: 10h às 18h Fechado: 1 de janeiro, domingo de Páscoa, 1 de maio, 13 de junho, 25 de dezembro Ingressos:

Bilhete Normal: 6 €

Descontos e gratuidade perante comprovações.

 

NewsMuseum – Sintra

www.newsmuseum.pt

O NewsMuseum está, sem dúvida, entre os mais modernos e tecnológicos dos museus de Portugal. O local proporciona aos visitantes a maior experiência de mídia e comunicação da Europa. A história unida à tecnologia leva os visitantes a viverem na pele momentos marcantes da história recente das notícias e da comunicação nacional e internacional. O NewsMuseum é um espaço experiencial que permite aos visitantes interagirem com a Rádio e a TV. Homenageia os jornalistas imortalizados por suas obras, apresenta os principais protagonistas da

indústria, projeta a evolução da reportagem das guerras, contextualiza os combates mediáticos que nos marcaram, recorda as “más notícias” do nosso tempo. Desvenda a propaganda e a indústria das Public Relations. A experiência, disponível em português e inglês, é personalizada num total de 16 horas de vídeo e outros formatos.

Algumas atrações chamam atenção, como o tablet gigante e interativo que contorna toda sala e projeta os últimos 100 anos narrados pela imprensa mundial. Ainda é possível gravar uma participação “Ao Vivo” de fatos históricos e publicar no YouTube, gravar um programa de rádio, relembrar a cobertura de repórteres de guerra em um front realista. Os visitantes mais tecnológicos não podem perder a chance de viver em realidade aumentada uma viagem ao futuro da imprensa através de Realidade Virtual. Ainda é possível participar de games, conhecer o nível de liberdade de imprensa em vários países do mundo, ou responder enquetes, tudo através de painéis e ferramentas interativos. O NewsMuseum oferece ainda uma visita virtual através do site e que dão uma ideia do que o visitante encontrará pessoalmente no museu.

Endereço:

Rua Visconde de Monserrate, 26, 2710-591 – Sintra

+351 21 012 6600 (www.newsmuseum.pt)

Horários: Abril – Setembro 9h30 – 19h Última Entrada: 18h Outubro – Março 9h30 – 18h Última Entrada: 17h

* Salvo agendamentos de visitas escolares. Fechado no dia 25 de dezembro

Transporte:

O museu fica a 10 minutos de caminhada da estação de trem até o centro, onde está localizado

Comboio: Linha de Sintra / Estações de origem Lisboa: Oriente, Rossio ou Entrecampos

Ingressos:

Bilhete Normal: 8 €

Descontos e gratuidade perante comprovações.

 

Museu Nacional dos Coches – Lisboa

www.museudoscoches.gov.pt

Novo Museu dos Coches

O Museu Nacional dos Coches, localizado em Belém/Lisboa é um dos mais visitados do país. Foi inaugurado em 1905, e é o primeiro museu de coches do mundo, o local escolhido para abrigar o Museu Nacional dos Coches foi o salão do antigo Picadeiro Real, construído pelo arquiteto italiano Giacomo Azzolini em 1726. Em 2015 foi inaugurado o novo edifício do museu que abriu ao público no dia 23 de maio.

Dentro do museu, existem telas interativas e duas grandes projeções que completam a informação sobre a coleção. Para enriquecer a visita há a disposição o Guia do Museu Nacional dos Coches, com informações sobre toda coleção, quem preferir a tecnologia pode baixar um aplicativo que permite ver o interior das viaturas e revela também algumas curiosidades.

Endereço:

Avenida da Índia nº 136 / 1300-300 Lisboa

Tel: (351) 210 732 319 (www.museudoscoches.gov.pt)

Horários: Terça-feira a Domingo – 10h às 18h

Última entrada 17h30

Fechado: segundas-feiras, 1 de janeiro, 1 de maio, domingo de Páscoa, 13 de junho, 24 e 25 de dezembro.

Transporte:

Ônibus – 28, 714, 727, 729, 751

Elétrico – 15

Comboio – Linha de Cascais (Estação de Belém)

Barco – Estação Fluvial de Belém

Ingressos:

Museu Nacional dos Coches 8€

Picadeiro Real 4€

Museu Nacional dos Coches + Picadeiro Real 10€

 

Navio Gil Eanes – Viana do Castelo

www.fundacaogileannes.pt

O Navio Hospital Gil Eannes, construído nos Estaleiros Navais de Viana do Castelo, iniciou a sua atividade como hospital em 1955, apoiando durante décadas, a frota bacalhoeira portuguesa que atuava nos bancos da Terra Nova e Gronelândia. Depois que a frota bacalhoeira foi desativada, o navio foi abandonado a própria sorte nas docas de Lisboa, durante anos. Em 1998, a Fundação Gil Eannes resgatou a embarcação da sucata, por cerca de 250 mil euros, após uma inédita campanha que envolveu personalidades e sociedade em geral de Viana do Castelo.

Em 31 de Janeiro de 1998, foi recebido festivamente na Foz do Rio Lima, depois de limpo e restaurado, foi aberto ao público, assumindo-se como pólo de atratividade para a região. A reconstrução transformou o navio em espaço museológico, integrando salas de exposição, sala de reuniões e loja de recordações.

Os visitantes podem circular e observar vários espaços no navio e entender como era o funcionamento do gigante quando estava em alto mar. No Castelo Central estão a Casa do leme, Casa da navegação, TSF, Aposentos do Capitão, Aposentos do Imediato, Camarotes dos Telegrafistas. No Convés e Coberta estão a Barbearia, Cozinha e padaria, Camarotes temáticos, Casa das máquinas, Sala de tratamentos, Consultório médico, Gabinete de radiologia, Sala de exposições temporárias (antiga enfermaria dos contagiosos), Sala de espera dos doentes, Enfermaria dos Oficiais e Enfermaria SOS dos doentes em observação, Bloco operatório (sala de operações, sala desinfecção, sala de esterilização, gabinete de análises, RX de emergência). No Convés Superior ficam o Simulador de navegação e a Sala de reuniões com projeção de documentário. No Convés Exterior estão a Proa do navio e a Ré do navio (visualização da Capela).

Endereço:

Navio Gil Eannes – Doca Comercial / 4900 – 321 Viana do Castelo

+ 351 258 809 710 (www.fundacaogileannes.pt)

Horário:

Inverno das 9h30 às 18h Verão das 9h30 às 19h

Fechado 24, 25 e 31 de dezembro, 1 de janeiro

Ingressos:

Individual 4€

Família 9 € (2 adultos acompanhados até 4 crianças menores de 16 anos)

Crianças até 6 anos não pagam (aplicado em contexto familiar e não em visitas institucionais)

 

Museu da Tapeçaria Guy Fino – Portalegre

www.mtportalegre.pt

Resultado de imagem para museu da tapeçaria de portalegre - guy fino

Fica no Alentejo o museu especificamente dedicado à apresentação, conservação e estudo de uma parcela fundamental do patrimônio artístico nacional representado pelas Tapeçarias de Portalegre. A constituição do espaço teve o essencial apoio do Instituto Português de Museus e a colaboração da Manufatura de Tapeçarias de

Portalegre, que contribuiu para a constituição do museu, com o depósito de um conjunto significativo de coleções.

O nome de Guy Fino é uma homenagem ao homem que definitivamente integrou Portugal na lista dos grandes produtores internacionais de Tapeçaria. O Museu dispõe de áreas de exposição permanente, de uma Galeria de Exposições Temporárias e de um Auditório com capacidade para 150 pessoas.

O Museu é dividido em dois núcleos distintos, um deles dedicado a história em que mostra o desenvolvimento desta arte, desde o seu nascimento em Portalegre, em finais dos anos 40 do século XX, até à atualidade. O outro núcleo traz coleções com obras de uma grande variedade de autores, nacionais e estrangeiros que têm feito tapeçaria em Portalegre.

Endereço:

Rua da Figueira, n.º 9 / 7300-139 Portalegre Tel. 245 307 530 (www.mtportalegre.pt)

Horário:

Horário de Inverno: 9h às 12h30 / 13h30 às 17h Horário de Verão: 9h30 às 13h / 14h30 às 18h Fechado à 2ª feira e feriados

 

Confira: Guia turístico do Porto

 

Museu Nacional do Azulejo – Lisboa

www.museudoazulejo.gov.pt

Imagem relacionada

Um prato cheio para quem gosta de azulejos e decoração. Criado em 1965, tornou-se Museu do Azulejo em 1980. Está instalado no antigo Convento da Madre de Deus, fundado em 1509 pela rainha D. Leonor. Conta com um belo e calmo jardim de inverno, além de um restaurante decorado com azulejos com motivos gastronômicos.

O edifício sofreu transformações devido a diversas obras, os destaques são o claustro do século XVI; a igreja, decorada com importantes conjuntos de pinturas e revestimentos azulejares; a sacristia, com um arcaz de madeira do Brasil e emolduramentos de talha integrando pinturas; o coro alto, com rica ornamentação em talha dourada; a capela de Santo António, com decoração barroca setecentista e uma grande quantidade de telas da autoria do pintor André Gonçalves.

Os visitantes podem fazer fotos em um painel daqueles em que a pessoa coloca o rosto em um espaço determinado e faz parte da paisagem. O museu oferece ainda algumas experiências como pintar o próprio azulejo, fazer um evento particular no jardim de inverno ou claustro, e visitas guiadas para grupos, nestes casos é preciso agendar previamente e se informar sobre custos extras.

Endereço: Rua da Madre de Deus, 4, 1900-312 Lisboa (+351) 218 100 340 (www.museudoazulejo.gov.pt)

Horário: Terça-feira a Domingo das 10h às 18h / Última entrada às 17h30

Fechado: Segunda-feira, Domingo de Páscoa e feriados do ano novo, 1º de maio, 13 de junho e 25 de dezembro.

Ingressos:

Normal: 5 €

Integrados:

Frente Ribeirinha – Museu Nacional do Azulejo + Museu Nacional de Arte Antiga + Panteão Nacional : 15€

Azulejo e Panteão – Museu Nacional do Azulejo + Panteão Nacional : 7€

Descontos e gratuidade perante comprovações.

Transporte:

Ônibus: 718, 742, 794 | Av. Infante D. Henrique: 28 e 759 (a 5 minutos do museu)

Metrô: Estação de Santa Apolônia (a 20 minutos do museu com ligação de ônibus) Comboios: Estação de Santa Apolônia (a 20 minutos do museu)

 

Dicas:

· Se você tiver tempo e gostar de bater perna vale a pena comprar o ticket de 25 € que dá direto a entrada em oito museus de Lisboa: Museu Nacional do Azulejo + Casa Museu Dr. Anastácio Gonçalves + Museu da Música + Museu do Chiado + Museu Nacional de Arte Antiga + Museu Nacional do Traje + Museu Nacional do Teatro + Panteão Nacional.

· Antes de começar a visita, sempre pergunte na recepção se há o serviço de audioguia disponível, muitos deles são oferecidos gratuitamente, mas você tem que pedir, outros são cobrados mas é baratinho, vale a pena investir, pois esses guias trazem informações que podem passar despercebido se você não conhecer bem a história do local.

· Atenção ao calendário, os museus costumam fechar em dias santos e feriados.

 

Veja também: Morar em Lisboa – Os problemas e nossa solução!

 

Você pretende residir em Portugal? Há duas opções: Tendo a Nacionalidade Portuguesa ou algum Visto para Portugal. Obtenha mais informações nas imagens abaixo:

                              

Liliane Machado

Liliane Machado

Jornalista, formada pela Unisociesc (Blumenau/SC/Brasil) e especialista em Mídias Digitais. Cursa mestrado em Ciências da Comunicação na Universidade do Minho (Braga/Portugal) e tem experiência em TV, rádio, assessoria de imprensa e web. Mora em Portugal desde setembro/18, adora contar histórias, fazer amizades e não resiste a uma boa conversa seja com quem for: pessoas, animais, plantas e até extraterrestres.

INSCREVA-SE E RECEBA NOSSAS NOVIDADES!

VIVER EM PORTUGAL COM SEUS RENDIMENTOS OU APOSENTADORIA

CONSULTORIA

REALIZAMOS BUSCA DE CERTIDÃO

QUEM TEM DIREITO A REQUERER A NACIONALIDADE PORTUGUESA?

ACOMPANHE NOSSAS MÍDIAS!

NACIONALIDADE PORTUGUESA

Martins & Oliveira Sociedade de Advogados

A Martins & Oliveira Sociedade de Advogados é um escritório de advocacia especializado em procedimentos envolvendo Brasil e Europa (Portugal, Itála e Espanha).

Os principais serviços oferecidos pelo escritório são: Assessoria para aquisição da Nacionalidade Portuguesa, Vistos de Residência e demais procedimentos em Portugal.

O objetivo do escritório é se tornar a maior fonte de conexão com a Europa.

Conheça o site do escritório: www.martinseoliveira.com.br

ONDE ESTAMOS

Onde nos encontrar

  • São Paulo, Brasil - Avenida Paulista, nº 777 - 15° andar
    +55 11 98285 0049 - 11 3099 0451
  • Rio de Janeiro, Brasil - Rua do Passeio, n° 38 - setor 2
    15° andar, Centro
    +55 21 3500 6634
  • Belo Horizonte - MG - Rua Paraíba, n° 550
    8° andar, Savassi
    +55 11 98285 0049
  • Curitiba - PR - Rua Comendador Araújo, n° 499
    10° andar, Centro
    +55 11 98285 0049
  • Porto Alegre - RS - Avenida Carlos Gomes, n° 700
    8° andar, Boa Vista
    +55 11 98285 0049
  • Lisboa, Portugal - Rua do Mar Vermelho, n° 2, 2.1